EXTINTOR DE INCÊNDIO PODE VOLTAR A SER OBRIGATÓRIO NOS VEÍCULOS

Pouco menos de dois anos após a polêmica do uso do extintor do tipo ABC nos carros do país, a comissão de viação e transportes da Câmara dos Deputados, em Brasília, aprovou um projeto de lei que pede o retorno do item como equipamento obrigatório nos carros à venda no País.

Segundo o projeto de lei 3404/15, do deputado Moses Rodrigues (PMDB-CE), a decisão do Contran não é consistente e que “não é plausível que o Contran, de um momento para outro, entenda que o extintor de incêndio não é mais considerado item de segurança do veículo e decida tornar facultativo o seu uso, deixando vulneráveis os ocupantes dos veículos em caso de incêndio”.

No entendimento do relator da comissão, Remídio Monai (PR-RR), que aprovou o prosseguimento do projeto de lei, há um custo insignificante do extintor em relação ao custo do próprio veículo”.

Desde 17 de setembro de 2015, o Contran tornou facultativo o uso do extintor de incêndio do tipo ABC para automóveis, utilitários, camionetas, caminhonetes e triciclos de cabine fechada, ficando de uso obrigatório apenas para caminhões e ônibus.

REVISTA

Catálogo